Diretor da Agritex fala sobre o potencial e as desafios do agro no Araguaia/Xingu

Projetada no Brasil, plantadeira da Case IH recebe prêmio internacional de inovação
17 de fevereiro de 2021
Exibir tudo

Diretor da Agritex fala sobre o potencial e as desafios do agro no Araguaia/Xingu

A AGRNotícias entrevistou Gerson Garbuio, diretor da Agritex Agrícola, concessionário autorizado da marca Case IH. Com sete lojas na região do Vale do Araguaia/Xingu, comercializa toda a linha de maquinários, peças e equipamentos agrícolas, bem como realiza a assistência técnica certificada. Gerson falou sobre o potencial e os desafios do agro na região, considerada a última fronteira agrícola do Estado de Mato Grosso.

Conforme Gerson, praticamente todos os municípios da região possuem áreas de pastagens para serem convertidas em agricultura, sem derrubar florestas. Porém, o principal entrave da região continua sendo a logística. “O produtor faz muito bem o trabalho dele da porteira para dentro. O que ele precisa do poder público? Precisa de energia, de internet, de estradas, de pontes. Tendo isso, ele vai investir, vai converter áreas e a região vai desenvolver”, falou Gerson.

Garbuio disse que a ferrovia FICO, que no primeiro trecho chegará até Água Boa-MT, possibilitará tanto o aumento da produção agropecuária, do beneficiamento da produção, quanto a instalação de empresas. “A distância via asfalto dos grandes centros inviabiliza a desossa das carcaças no frigorífico de Água Boa. Com a ferrovia, será possível fazer esse trabalho aqui e transportar por trem, gerando assim muito mais emprego”, complementa.

Por fim, Gerson defende mudanças na legislação para permitir a construção de rodovias em áreas sensíveis, que envolvam questões ambientais. “Todos estamos vendo aqui no Araguaia a dificuldade em se asfaltar a BR-158, tanto pelo traçado original, quanto pelos traçados alternativos. Na minha opinião é preciso mudar essa lei, porque todo mundo quer asfalto, o produtor, o empresário, o trabalhador, o índio, ninguém mais quer andar em estrada de chão”, finaliza.

Fonte: AGRNotícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *